Com construção da Escola de Artes e de Parque Temático, Taboão da Serra inicia revitalização do Parque das Hortênsias
05/09/2020 22:13 em Taboão da Serra e região

 

Por Vera Sampaio

 

O Parque das Hortênsias Armando Andrade é um dos principais cartões postais de Taboão da Serra e precisa ser preservado. Por isso, a Prefeitura de Taboão da Serra iniciou no mês de agosto obras para a revitalização do parque. No local está sendo construída a Escola de Artes e também será instalado um parque temático voltado à ecologia, ciência e educação no trânsito. Os prédios serão construídos de forma sustentável e toda área verde do será preservada.

A obra da Escola de Artes está em fase inicial e no local serão oferecidas oficinas diversas de dança, ballet, teatro, música, entre outras expressões artísticas. O prédio terá mais de 1.500m² e será dividido em dois blocos interligados por passarela, com três pavimentos cada. 

A edificação contará com salas de dança, sala multiuso, sala de áudio/vídeo, elevador e banheiros. Além disso, no térreo terá área livre para realização de apresentações com espectadores. Também serão criadas vagas para estacionamento e baia de acesso na Rua Paulina Ortega. A obra da Escola de Artes está orçada em R$3.544.089,46, dos quais R$3 mi foram recebidos através de emenda parlamentar da deputada estadual Analice Fernandes. 

Além da Escola de Artes, no Parque das Hortênsias será construído um Parque Temático com duas Estações de Ciências, uma Estação de Trânsito, uma Estação de Ecologia, uma área administrativa, além de um novo Centro de Convivência e Cultura (CECO). A obra do Parque Temático custará aos cofres públicos R$2.467.142,63 e está em fase de assinatura de contrato.

A instalação do Parque Temático permitirá aos visitantes uma nova experiência e vivência de ecologia, sustentabilidade e educação no trânsito. A Estação de Ecologia será construída próxima ao lago, terá jardins sensoriais e a edificação valorizará a mata existente no parque. As duas Estações de Ciências contarão com o acervo dos animais do antigo zoológico, equipamentos para observações celestes, brincadeiras com elementos naturais, entre outros. Já na Estação de Trânsito serão realizadas ações de mobilidade urbana, voltadas à conscientização no trânsito e a locomoção na cidade.

Fim do zoo

Em 2016, chegou ao fim o zoológico de Taboão da Serra. Após reuniões e acordo com associações de proteção animal, os bichos foram transferidos para santuários. Desde então até o início da pandemia do novo coronavírus, o parque estava aberto à visitação ao público oferecendo atividades físicas para a melhor idade, atividades de inclusão no CECO, brinquedos para diversão das crianças, aulas de dança e de yoga, além da feira TaboAfro.

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
Rádio ESPORTESNET