A Autorresponsabilidade
30/07/2020 16:43 em Há Psicologia Aqui

Se responsabilizar na medida certa pela própria vida, pelos próprios problemas e pelos próprios erros é uma virtude que nem todos possuem, porém como qualquer habilidade, a autorresponsabilidade também pode ser desenvolvida e ajustada.

Ser autorresponsável é entender que as coisas que lhe acontecem são de sua responsabilidade. Seus erros, seus acertos, seus problemas e tudo que acontece em sua vida, só acontece como acontece por sua causa, e só não seria assim, se você fosse dependente de um responsável legal.

Lendo esse trecho você pode até pensar:

 “Mas quando a vida não me dá escolhas, quando acontece algo totalmente alheio a minha vontade? Como posso me responsabilizar por isso? É impossível”

E eu digo que não, não é impossível, a responsabilidade também é sua, mesmo que parcial!

Nossa vida é sempre retroalimentada pelas nossas atitudes e pelas nossas ações, não somos vítimas inanimadas das situações, ou pelos menos não deveríamos ser.

Tudo que nos acontece nos obriga a responder, a agir, a tomar uma atitude, e é aí, que entra a autorresponsabilidade da situação. Ao passar por uma situação adversa teremos que agir, em seguida, essa ação nos trará um resultado que pode ser positivo ou negativo, mas que será fruto da nossa atitude, será nossa responsabilidade.

Quando passamos a olhar a vida por essa ótica, tudo se transforma, o nosso foco muda e podemos então mudar o rumo da nossa história.

Quando a autorresponsabilidade não nos habita, focamos em tudo que não está em nosso controle, justificamos nossas más ações pelos acontecimentos que as precederam, e com isso nos colocamos como vítimas inanimadas de nossa própria vida.

“Ah mas eu fiz isso porque ele fez aquilo”,

 “Mas eu agi assim, porque aconteceu isso antes”,

“Aaah mas eu não estudo, porque não tenho dinheiro”,

“Aaah mas não dá para fazer isso, porque eu aprendi assim”

E esse mar de “mas” passa a ser nosso limite, passa a justificar e a paralisar nossas melhorias e nossas esperanças. Quando a justificativa para tudo que nos acontece não está em nós, estamos dizendo que precisamos de um mundo melhor, para que possamos melhorar. Mas na verdade só precisamos de um mundo, porque o melhor ou pior, quem faz somos nós.

Por isso é importante que haja autorresponsabilidade, por isso é importante que se olhe para qual a responsabilidade que aquela situação lhe traz.

 “O que eu fiz para que isso chegasse aonde chegou?”

Essa mudança de foco permite que seja possível alterar a resposta, que seja possível mexer no que há controle, e que seja possível melhorar dentro de qualquer situação.

Ser autorresponsável é ter o controle de si mesmo e dos seus atos, é agir melhor para melhorar as situações, é deixar de ser vítima e passar a ser atuante em sua própria vida.

No começo pode até parecer um pouco assustador, mas vai chegar um momento que você vai se orgulhar e se alegrar, ao perceber tudo que você pode fazer, só porque se tornou mais autorresponsável.

___

Por: Thais Almeida

Instagram.com/APsicologaThais

Facebook.com/APsicologaThais

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
Rádio ESPORTESNET