Legado Olímpico: Confederações sobre suspeitas da Polícia Federal
24/08/2016 13:15 em Esportes

A Hora do Ouro

Quarta-Feira, 24 de Agosto de 2016

 

O legado deixado pelos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro parece não ter fim, e não estamos falando de arenas esportivas, piscinas, estádios ou mesmo o espírito olímpico. O outro lado dos jogos veio ao noticiário nesta manhã de Quarta-Feira. A Polícia Federal cumpriu mandados judiciais em uma investigação sobre desvios de recursos públicos cedidos a confederações esportivas. A Operação Nemeus cumpre um mandado de prisão preventiva contra Sérgio Borges, dono da empresa SB Marketing, quatro de condução coercitiva e oito de busca e apreensão, nas confederações brasileiras de Tiro Esportivo e Taekwondo. Sérgio já foi diretor da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) e atualmente é dono da empresa considerada cabeça da fraude que desvia verbas das confederações.

Também foi expedida uma notificação judicial de afastamento de Carlos Fernandes presidente da Confederação de Taekwondo. As ações ocorrem nas cidades do Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Manaus e Caxias do Sul. As duas confederações tiveram atletas conquistando medalhas nas Olimpíadas sendo Felipe Wu, prata no tiro esportivo, e Maicon Andrade, bronze no taekwondo.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
Rádio ESPORTESNET