Bruxismo: conheça o problema que afeta sua saúde bucal
27/07/2019 08:15 em Saúde

A desordem que é caracterizada pelo ato de ranger e apertar os dentes, pode ocorrer de maneira consciente e inconsciente

O bruxismo é uma desordem funcional caracterizada pelo ato de ranger ou apertar os dentes de forma consciente ou também inconsciente, durante o sono. O mesmo está relacionado a diversas doenças e transtornos, como a ansiedade, tensão, estresse e distúrbios funcionais, como a má oclusão dentária. Devido ao ato ocorrer na maior parte das vezes ao dormir, muitas pessoas não sabem que sofrem de bruxismo, e na maioria dos casos, o mesmo é percebido por alguém próximo, que escuta o barulho ao ver a pessoa dormindo. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 40% da população brasileira sofre com a desordem.

“A causa do bruxismo geralmente está associada ao emocional. Pessoas muito ansiosas e estressadas têm maiores chances de desenvolver o problema. O diagnóstico é feito pelo dentista em exames de rotina, com a identificação de sinais como o desgaste ou trinca dos dentes ou pela presença de dores de cabeça e musculares frequentes. Os pacientes ainda relatam incômodos nas articulações”, explica Dra. Edrielle Santana, cirurgiã dentista e consultora técnica da GOU Odonto, rede de franquias odontológicas.

Nem sempre o bruxismo gera sintomas, apesar do desconforto e da tensão, algumas pessoas só vem a perceber o problema com o desgaste dos dentes. Para o tratamento, os portadores da desordem devem procurar auxílio do dentista para identificar o que causa e assim prescrever o melhor procedimento para reduzir a dor e evitar danos permanentes a boca.

“O tratamento varia de pessoa para pessoa, na GOU trabalhamos com atendimento personalizado para cada paciente e oferecemos o melhor procedimento. Geralmente é utilizado um dispositivo feito pelo dentista para proteger a arcada dentária e relaxar a musculatura. Em casos de má oclusão, associados à disfunção, pode ser feito uma reabilitação com ajuste do contato entre os dentes, aparelho ortodôntico, entre outros. Além disso, também são realizadas terapias e exercícios de relaxamento para aliviar o estresse e a tensão do paciente. Caso o dentista ache necessário, podem ser prescritos medicamentos para alívio dos sintomas, como relaxante muscular”, afirma Dra. Edrielle.

Ter uma boa noite de sono, alimentação balanceada e evitar sobrecarga de trabalho também ajudam a prevenir o bruxismo. Além disso, existem aplicativos de celulares que auxiliam no controle da doença.

“A disfunção em si pode ser contida, e apesar das pesquisas, ainda não existe um tratamento que seja 100% eficaz. Os sintomas podem ser tratados, entretanto, ele pode causar alguns danos permanentes, como o desgaste dos dentes e danos aos tecidos de suporte dentário (gengiva e osso). Por isso são importantes as consultas com o dentista, para acompanhar e buscar junto a ele a melhor forma de tratamento”, finaliza Dra. Edrielle.

Recomendações

 Abaixo, a Dra Edrielle lista dicas de como prevenir o bruxismo:

  1. Vá regulamente ao dentista;
  2. Procure não apertar os dentes quando estiver realizando uma atividade mais complexa;
  3. Faça exercícios físicos, eles ajudam a controlar o estresse e a ansiedade que influenciam o apertar dos dentes;
  4. Tente não mascar chicletes ou morder objetos duros, como pontas de lápis e canetas, por exemplo;
  5. Evite bebidas estimulantes, que contenham cafeínas, como cafés, chás e refrigerantes.
COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
Rádio ESPORTESNET