Análise: É injusto desprezar os feitos do Corinthians em 2019
09/04/2019 10:55 em Esportes

Por Vinícius Batista

Fábio Carille já disputou em 2019 seis clássicos contra rivais paulistas. O único que perdeu, contra o Santos no jogo da volta das semifinais do Campeonato Paulista, deu alegrias ao treinador e ao Corinthians, visto que a equipe avançou a decisão do estadual após vencer nas penalidades máximas.

O Corinthians se viu em condições adversas ao longo da temporada e mesmo assim reverteu duelos complicados. Contra o Racing, pela Copa Sul-Americana foi um deles. O outro (e mais marcante) foi a classificação contra o Avenida pela Copa do Brasil, em que o Timão saiu perdendo por 2x0 em seu estádio. Ainda teve a decisão de pênaltis contra a Ferroviária nas quartas-de-final do Paulistão.

Vale lembrar também o excelente duelo na Arena Corinthians no primeiro jogo da semifinal do estadual, contra o Santos. A equipe praticamente anulou o rival durante o jogo inteiro e o superou pelo placar de 2x1, embora o Corinthians pudesse ter ampliado sua vantagem.

Nada disso, principalmente a primeira partida da semifinal, deve ser deixado de lado quando se analisa o revés na noite anterior, no Pacaembu. 

É verdade que o Corinthians fez uma partida ruim e que nada deu certo no tempo regulamentar. A estratégia de Carille consistia em armar um time defensivo, com Pedrinho e Clayson pelos lados, a fim de arrancarem pelas laterais nos contra-ataques e surpreender os santistas. Não funcionou.

O trabalho defensivo estava bom. A linha defensiva do Corinthians avançava na medida que os pontas dos Santos encostavam na bola. Além disso, o Timão dificultava a saída de jogo do Peixe pelo chão, o que resultou em erros em tiros de meta e em troca de passes.

Só que isso não se manteve ao longo do jogo e o Corinthians decidiu abdicar de atacar e formar, covardemente, um ferrolho na entrada da área. Para evidenciar tal tática, "Gustagol" em um momento do jogo, estava ocupando a posição de Fagner na lateral-direita.

O Corinthians perdeu por 1x0 e se classificou nos pênaltis. Carille e Andrés Sanchez na entrevista coletiva, reconheceram que o desempenho do time foi abaixo do esperado. 

Porém, desprezar a equipe e todo o trabalho construído é desrespeitoso. O Corinthians mesmo mal no confronto, superou mais de 38mil santistas nas arquibancadas e a pressão nas penalidades máximas. E conquistou sua terceira final seguida, podendo alcançar o tricampeonato estadual contra o São Paulo. É injusto resumir o ano do Timão em 2019 na partida ruim que a equipe fez.

(Divulgação: Instagram/Corinthians).

 

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
Rádio ESPORTESNET