Secretaria de Cultura oferece oficinas de dança e teatro para alunos com deficiência auditiva
26/03/2019 12:49 em Cultura

Por Charles Eliseu

Taboão da Serra é uma cidade referência quando o assunto é escolarização e oferta de atividades culturais para pessoas com deficiência, principalmente para os surdos ou com baixa audição. Uma escola voltada para elas existe na cidade: a Escola Municipal de Educação Bilíngue para Surdos (EMEBS). São 55 crianças, do Jardim I ao 5° ano atendidas. Este direito à educação foi garantido pela Lei 2271/2017, criada pela Prefeitura.

Outra conquista para estas crianças foi a implantação de uma parceria entre as Secretarias de Cultura e Educação que desenvolve oficinas de dança e teatro para os estudantes da EMEBS. De acordo com o secretário de Cultura, Wanderley Bressan, as atividades melhoram a qualidade de vida e quebram tabus. “Quando essas crianças estão no palco, a gente está dizendo para todos que não é um problema ser surdo. A gente está reconhecendo as pessoas surdas. Quando nós damos este aparato, estamos dizendo que as pessoas surdas não podem ser invisíveis. Agradeço ao prefeito Fernando Fernandes por investir nesse trabalho”.

Apesar da limitação auditiva, o uso da dança como uma linguagem, associada ao uso da Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS), torna possível que os alunos possam praticar inúmeras atividades, como dança ou teatro. A professora de dança da Prefeitura, Rosangela Jorge afirma também que a vibração dos sons no tablado de dança é sentida. “É gratificante ver a felicidade deles nas oficinas, eles sentem a vibração dos sons no tablado. É a música promovendo inclusão social”.

O trabalho tem a aprovação e respeito dos pais. Francisco Francimar e Adriana Santos contam a alegria e desenvolvimento que a oficina de dança tem trazido para seu filho Lucas, de 9 anos. “O Lucas, além da surdez, tem atraso cognitivo. Nós estamos amando, pois não é em qualquer lugar que a gente acha atividade para pessoas com deficiência auditiva”, relatou Adriana. “Vermos o nosso filho feliz é muito gratificante e a dança tem feito isso”, contou Francisco.

Susan de Souza tem também tem um filho participante da oficina, o Nicolas, de 9 anos. Com baixa audição, ele teve muitos ganhos. “Ele era tímido, não conversava com as pessoas, depois que ele começou a dança na Secretaria de Cultura, a mudança foi 100%”, contou Susan, que aproveitou para mostrar toda a sua gratidão. “Eu só tenho a agradecer a Deus, a professora Rosângela e a Prefeitura”, falou emocionada.

A Secretaria de Cultura também está aberta a receber pessoas com deficiência auditiva que não sejam matriculadas na EMEBS. As inscrições podem ser feitas diretamente na Secretaria.

Serviço:
Secretaria Municipal de Cultura

Endereço: Rua Levi de Souza e Silva, 33, Jardim Bom Tempo.

Email: sec@taboaodaserra.sp.gov.br
Telefone: 4788-3838

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
Rádio ESPORTESNET