Mutirão de combate a Dengue segue neste sábado, 23
22/01/2016 13:14 em Saúde

 

 

 

Por Victor Simões

 

     A Secretaria de Saúde realiza no sábado, 23, mais um mutirão de combate ao mosquito Aedes Aegypti, transmissor da Dengue, da Febre Chikungunya e do Zika Vírus.

     Funcionários da Defesa Civil, Zoonoses, Vigilância Epidemiológica, Cata Bagulho e da Secretaria de Saúde percorrerão os bairros Ponte Alta e Novo Record com o objetivo de identificar nas ruas e em residências locais que podem servir de criadouro para o mosquito, além de orientar os moradores sobre maneiras de evitar a sua proliferação.

     Durante o verão, por conta do grande volume de chuva, o Aedes Aegypti se desenvolve com mais facilidade, mas os cuidados com a limpeza para eliminar os criadouros devem ser constantes. “Os ovos da fêmea do mosquito permanecem férteis por 12 meses, por isso é um engano achar que em época de clima frio não é preciso se prevenir contra as doenças transmitidas pelo inseto”, explica a secretária de Saúde de Taboão da Serra, Dra. Raquel Zaicaner.

     Vale lembrar que vários locais são ideais para a proliferação do mosquito, como caixas d’água descobertas, pneus e garrafas com acúmulo de água parada e vasos de plantas. Limpeza constante e utilização de telas protetoras são exemplos de ações que dificultam a reprodução do Aedes Aegypti.

Taboão contra a Dengue

     A Prefeitura combate a Dengue durante o ano inteiro, por meio da prevenção e distribuição de folhetos informativos. Em dezembro de 2015, um mutirão que reuniu cerca de 300 funcionários e voluntários foi realizado no Jardim Novo Horizonte e no Saint Moritz. Entre os meses de fevereiro e março do mesmo ano também aconteceram atividades com o intuito de prevenir a doença em diversas regiões da cidade. As ações constantes da administração municipal contribuem para proteger a cidade desse mal. 

Disque Dengue 

     A Prefeitura também criou o “Disque Dengue: (11) 4788-5609”, canal relacionado à Ouvidoria. Nele, os moradores podem fazer denúncias, esclarecer dúvidas, obter informações sobre o combate à doença ou solicitar a visita do Centro de Controle de Zoonoses. O serviço funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

COMENTÁRIOS
Rádio ESPORTESNET