Veja as expectativas dos treinadores para o NBB Caixa 11
03/10/2018 14:22 em Esportes

Foto: Montagem/ESPORTESNET

Por PH Andrade

Na ultima segunda feira (1) aconteceu o evento de lançamento da temporada 2018/2019 do NBB. Compareceram ao evento diversos personagens da competição, entre eles alguns dos treinadores que falaram sobre a expectativa para o torneio, que começa no próximo dia 13 de outubro.

Alberto Bial treinador que está de volta ao Vasco depois de 20 anos, falou sobre o que podemos esperar do Vasco na competição.

"A gente vai lutar muito pra voltar a ser um time internacional. Para isso vai ter que remar muito forte, vai ter que crescer muito por que  temos grandes equipes, que estão a mais tempo com esse 'know kow' e logicamente acho que podemos sim ficar entre as 5 primeiras. É um objetivo duro . Como Michael Jordan falava, se a gente não atirar no alto não chega a lugar nenhum. Então a gente vai lutar muito para que a gente consiga estar em uma competição internacional em 2019", disse Bial.

Guerrinha treinador do atual vice-campeão Mogi das Cruzes, falou sobre a sua expectativa para a temporada do NBB.

"Continua uma equipe competitiva, uma equipe que trocou a sua base, como a maioria das equipes, mas jogando diferente. Nem melhor ou pior, mas jogando diferente com as características de jogadores, um jogo mais solidário, um jogo mais rápido e menos centralizado. A gente espera que nesse ano a gente chegue com os mesmos resultados que a gente teve no ano passado", disse Guerrinha.

Lula Ferreira supervisor técnico do Sesi Franca, falou sobre o que ele espera do time e também o que espera do NBB 11.

"Franca vem forte graças a uma parceria que a gente conseguiu com o Sesi. A gente conseguiu a estrutura necessária e o aporte financeiro necessário para montar uma grande equipe. Franca é uma cidade que é tradicional no basquete, uma torcida que é muito apaixonada, uma cidade que tem sede de titulo e a gente conseguiu montar uma equipe muito competitiva. Agora o campeonato é dificílimo, a gente sabe que a equipe vem querendo disputar lá em cima, mas a luta para chegar no objetivo do NBB é um longo caminho. Eu acho que quem sai ganhando com isso é quem gosta de basquete, certamente isso vai passar por grandes clássicos, grandes emoções.", disse Lula.

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
Rádio ESPORTESNET