DE PERNAMBUCO À TAILÂNDIA: CONHEÇA A TRAJETÓRIA DO ATACANTE ERIVELTO SILVA, UM DOS ARTILHEIROS DA THAI LEAGUE 2.
10/07/2018 21:44 em Internacional

foto: Army United FC/Reprodução

 Erivelto Emiliano da Silva, o nome pode soar desconhecido para muitos no Brasil, mas na Ásia, mais precisamente na Tailândia, Erivelto Silva é sinônimo de gol. Aos 28 anos de idade, o pernambucano, nascido na cidade de Bezerros, chegou ao estrelato na temporada 2014/2015 ao ser artilheiro da Liga de Honra (Segunda Divisão Portuguesa), pelo modesto Sporting Covilhã. Porém antes de chegar ao momento máximo de sua carreira até aqui, o brasileiro teve que suar muito. Atleta das categorias de base do Guarani entre os anos de 2007 e 2008, chegou ao time profissional na temporada de 2009, porém não foi aproveitado pela comissão técnica a época. Porém o jogo começou a mudar no ano de 2010, quando Erivelto foi emprestado para a equipe do Mixto, de Cuiabá. No clube do Mato Grosso, o jogador disputou 5 partidas e marcou seu primeiro gol como profissional. Graças à boa passagem pelo Mixto, Erivelto chegou ao time do Palmeiras, mais precisamente a equipe B, que continha jogadores jovens e que utilizariam a segunda equipe para amadurecer e serem aproveitados futuramente nos profissionais.

 Apesar de pouco aproveitado, o atacante disputou 6 partidas e marcou um gol, o desempenho porém acabou sendo insuficiente na visão da comissão técnica, aliado com o momento conturbado que o clube passava na área política. Antes de chegar a Portugal para brilhar, Erivelto ainda passou por mais 4 clubes: BatataisCentral SCGuaratinguetá e Madureira. Depois de boas passagens pelos clubes anteriores e na agremiação carioca, o jogador despertou o interesse do Sporting Covilhã, pequeno clube português que buscava o acesso para a primeira divisão portuguesa na temporada 2014/2015. A temporada de estreia não poderia ter sido melhor. Foram 50 partidas e 26 gols marcados, média de um gol a cada 1,9 jogos. Além disso foi nomeado para a seleção do campeonato, mesmo com seu clube não conseguindo se classificar à elite do campeonato português.

 O destaque em terras lusas não passou despercebido e Erivelto atraiu o interesse do futebol do Qatar, mais precisamente do Al-Mesaimeer, que o levou por empréstimo de uma temporada. No clube árabe conseguiu fazer uma boa passagem, com 20 jogos e 8 gols marcados. As sondagens não pararam e na temporada 2016/2017 veio a chance de disputar a primeira divisão portuguesa, defendendo as cores do Boavista, também por empréstimo. A passagem foi curta, com apenas 11 partidas e nenhum gol marcado. Com o passe ainda preso ao Sporting Covilhã, Erivelto Silva retornou ao clube onde ganhou projeção na Europa e fez bonito mais uma vez: 19 jogos e 8 gols na metade final da segunda divisão, porém mais uma vez sem conquistar o acesso. Como um bom brasileiro, o atacante é movido a desafios e à temporada 2017/2018 surgiu com mais uma proposta mais inusitada na sua carreira. O jogador acertou mais uma vez seu retorno ao Sporting Covilhã e eve a missão de tirar o clube da zona de rebaixamento e tentar outra vez o acesso. Seu início não poderia ter sido maior, já que em apenas três partidas já marcou dois gols e distribuiu uma assistência.

  Mais uma vez o destino resolveu testar os limites e desafios do atacante, levando-o a jogar em mais um país inédito na sua carreira. Agora, Erivelto Silva defende as cores do Army United F.C., da segunda divisão tailândesa. Com seu time brigando pelo acesso à elite do campeonato nacional, o artilheiro segue com seu faro de gol. É o vice artilheiro do torneio, com 13 gols marcados, somente um atrás do maior marcador da liga. O ditado da bola já diz: atacante vive de gols! Por isso Erivelto Silva já sabe que tem uma grande missão atuando no Army United F.C., a de deixar a marca dos brasileiros no país fazendo o que sabe de melhor, que é jogar futebol e vencer mais um desafio na vida.

Por: PH Andrade

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
Rádio ESPORTESNET