SOS Dívidas - Conheça
Em Taboão, aconteceu a 1ª edição do “Leitura, Alimento da Alma” na Praça Nicola Vivilechio
04/06/2018 - 11h04 em Cultura

Por Ricardo Lima

     Com o objetivo de espalhar livros de variados temas pela praça e deixar disponível para os leitores ler e levarem para suas casas, a Secretaria de Cultura e Turismo de Taboão da Serra, realizou a primeira edição do projeto “Leitura, Alimento da Alma”, na Praça Nicola Vivilechio, sexta-feira, 18 de maio.

     Segundo o secretário de Cultura, Wanderley Bressan, o objetivo do projeto é aproximar a leitura e o habito de ler para as crianças, adolescentes e adultos, para qualificar o a acesso a educação. As próximas edições serão para públicos segmentados, para ter um diálogo mais assertivo com as pessoas.

     “Com essa ação, conseguimos falar da biblioteca municipal que já tem um atendimento expressivo, cerca de 50 atendimentos diários e uma média de mil pessoas passam na biblioteca por mês. A população não sabe dos serviços que oferecemos lá, como a oficina de caricatura. A cultura é uma politica transversal e precisa andar de mãos dadas com a educação. A leitura liberta promove cidadania, então quando você promove leitura, está promovendo cidadania”, falou.

     Durante o evento, tinha um quadro onde o público deixava sua opinião sobre o projeto, foram distribuídos aproximadamente 835 livros, papéis incentivando a leitura, 835 pessoas cadastradas e um funcionário da secretaria se fantasiou de palhaço para interagir com o público.

     Os livros foram colocados nos bancos da praça, quando o leitor que passava pelo local demonstrava interesse por um dos livros, um funcionário da pasta se dirigia até ele, explicava como funcionava o projeto.

     Quando o leitor optava em levar o livro para casa sem custo, a equipe da pasta anotava os seus dados pessoais para saber qual o tipo de leitura preferido e avisá-lo das duas próximas edições.  A pessoa que levou o livro para casa, não precisa devolver para retirar outro nas edições seguintes.

     Para a diretora de cultura e idealizadora do projeto, Elizabete Valente, como tinha muitos livros na secretaria surgiu à ideia de realizar essa ação de incentivo a leitura. “No começo, as pessoas ficaram assustadas, pensavam que os livros já tinham dono, mas quando falamos para eles sobre a nossa iniciativa, começaram a ler e interagir com um quadro que deixamos para falarem o que acharam. Como educadora sai muito feliz com o resultado”, disse.

     As próximas duas edições do projeto “Leitura, Alimento da Alma”, estão previstas para acontecerem uma no mês de agosto, no bairro Pirajuçara, na Praça do Poupatempo, e outra em outubro, no Parque das Hortênsias, com livros infantis, revistas de colorir e gibis, dedicada as crianças.

     Para doar livros de variados temas para o projeto “Leitura, Alimento da Alma”, a pessoa deve comparecer na Secretaria de Cultura e Turismo, localizada na rua Levi de Souza e Silva, no bairro Jardim Bom Tempo, de segunda a sexta, das 9h às 18h, e entregar para a diretora da pasta, Elizabete Valente ou ligar nos telefones 4788-3888 e 4787-8018.

     Você que não é da região e deseja doar livros, clique aqui

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
Rádio ESPORTESNET