Coleção Jovens Leitores já está sendo entregue para alunos da Prefeitura de Taboão
13/05/2018 19:21 em Cultura

Kit com 12 livros infantis e infanto-juvenis é destinado a alunos do Jardim I ao 5º ano.

Por Vera Sampaio

     Pelo quinto ano consecutivo a Prefeitura de Taboão da Serra está incentivando os alunos da Rede Municipal de Ensino a descobrir e desenvolver o hábito da leitura. Inclusive, no mês de abril, a Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia iniciou a entrega do kit de 2018 da “Coleção Jovens Leitores”.

     O material é destinado a alunos com 4 e 5 anos que estão matriculados na Educação Infantil e para estudantes do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental. Cada kit contem 12 livros infanto-juvenis ilustrados, de autores consagrados e que variam de acordo com o ano em que os alunos estão matriculados.

     Para o secretário de Educação, Prof. João Medeiros, a distribuição dos kits é uma importante estratégia para a construção de leitores. “A leitura é um habito, é algo que precisa ser estimulado desde cedo. Por isto que, já no berçário as educadoras realizam atividades com leitura para as crianças”, disse. “Muitos acham que é desperdício de dinheiro distribuir livros para crianças com quatro anos de idade. Porém, com quatro anos elas olham o livro, identificam cores, formas, letras, números, vão se habituando ao universo da leitura”, comentou João Medeiros.

     “Quando estas crianças chegam ao Jardim I, elas começam a receber a coleção Jovens Leitores. Do Jardim I ao 5º Ano são distribuídos 12 livros por ano para cada criança. Ao longo dos sete anos dá a somatória de 84 livros lidos. Este número é extremamente significativo e trará resultados positivos para a vida da criança, para a construção de leitores e da nossa sociedade”, completou Prof. João Medeiros.

     Em todos os encontros com pais de alunos, o secretário Prof. João Medeiros destaca a participação da família no processo de aprendizagem como algo essencial. “Inúmeras pesquisas comprovam que as crianças que são acompanhadas pelos pais vão além, se desenvolvem mais, aprendem com mais facilidade e, no futuro, são mais bem sucedidas”, disse o secretário. “Por isto, é essencial que os pais acompanhem a vida escolar dos filhos, confiram se tem lição de casa, como está o caderno e, principalmente, leiam os livros com seus filhos. De nada adianta todo o esforço da escola se a família não for parceira neste processo de aprendizagem e descoberta”, finalizou Prof. João Medeiros.

Participação da Família

     Recentemente, um estudo realizado pela Escola de Cultura, Educação e Desenvolvimento Humano da NYU Steinhardt, em Nova York, nos Estados Unidos, comprovou que o acesso a livros e o acompanhamento dos pais no processo de leitura aumentam as oportunidades de aprendizado das crianças. As informações são do G1.

     Durante os meses do verão, foram instaladas máquinas de distribuição gratuita de livros em três bairros de baixa renda de Detroit e um de Washington. O catálogo era organizado por faixa etária, era renovado a cada duas semanas e distribuiu 64 mil livros.

     A ideia do estudo era entender como, por que e de que maneira as máquinas foram usadas. Neste sentido, pesquisadoras entrevistaram quem usava às máquinas, avaliaram as habilidades de leitura das crianças antes e depois da instalação e, dentre outras coisas, observaram se houve ou não o apoio de adultos. Ao término do estudo, a pesquisa contatou que as crianças que estavam acompanhadas dos pais e retiravam livros semanalmente tiveram um percentual de proficiência na leitura de 46% contra um percentual de 29% daqueles que não fizeram retiradas regulares de livros e estavam desacompanhadas dos pais.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
Rádio ESPORTESNET