Participe de nossa pesquisa de opinião

Coutinho: "Emocionado por vestir a camisa do clube mais importante do mundo"
08/01/2018 - 13h00 em Esportes

Philippe Coutinho é oficialmente jogador do Barcelona. Os meses arrastados de conversas e especulações chegaram ao fim na manhã desta segunda-feira, quando o ex-jogador do Liverpool assinou, ao lado do presidente Josep Maria Bartomeu, o contrato que vai até 2023 com o clube catalão. A transferência pode render ao Liverpool até €160 milhões (quase R$ 621 milhões). Uma das grandes dúvidas que cercam a chegada de Coutinho ao Barcelona diz respeito ao número da camisa. Na apresentação, lhe foi dado um uniforme sem número, apenas com o nome nas costas. No momento, apenas a 24 está disponível, mas a 7 e a 14 podem virar opções caso as saídas de Arda Turan e Mascherano, sejam concluídas.

Apesar da ansiedade, os torcedores do Barcelona vão precisar esperar para ver Philippe Coutinho em campo. O Barcelona divulgou o resultado de exames realizados no jogador e revelou uma lesão muscular na coxa que o deixará fora de combate por 20 dias. Assim, Coutinho só deverá estrear com a camisa do Barcelona no fim do mês, possivelmente no duelo contra o Alavés, dia 28 de janeiro, no Camp Nou, pelo Campeonato Espanhol. As palavras de Coutinho diante dos torcedores presentes no Camp Nou.

- Estou vivendo um sonho, graças a todos por estarem aqui. É um sonho por todos os jogadores que passaram por aqui e por aqueles que estão atualmente. É difícil de explicar, mas toda a minha família está aqui para viver esse sonho. Quero agradecer pela recepção que tive aqui e espero em breve estar em campo para atender às expectativas. Com um pequeno atraso, Coutinho concedeu a primeira entrevista coletiva como jogador do Barcelona. O vice-presidente Jordi Mestre deu as boas vindas ao brasileiro, após apresentar um pouco da carreira do jogador.

 

Coutinho é questionado por que escolheu o Barcelona:

- Porque é o Barça, tem os melhores jogadores e grandes ídolos meus passaram por aqui e estão jogando aqui.

 

Coutinho, sobre ser mais um brasileiro no clube:

- Estou feliz de vestir essa camisa de um clube muito grande, senão o maior. E muitos brasileiros importantes passaram por aqui. Quero também contribuir para fazer minha história no clube.

 

Coutinho fala como pode entrar na equipe:

- Iniesta para mim é um gênio. Para mim, é uma honra conviver com ele e aprender com ele. É uma questão do treinador como vai montar a equipe. Eu gosto é de jogar. Quanto às posições, o treinador precisa saber o que necessita. O meu trabalho é estar pronto para ele.

 

Coutinho volta a falar de Suárez e a influência do uruguaio na negociação:

- Tivemos um tempo muito bom e quase ganhamos a Premier League. Como disse, é um grande amigo e me escreveu muitas mensagens. Falava como era a cidade e o clube, o que me dava muita vontade de vir.

 

Coutinho, sobre a grande vantagem do Barcelona no Campeonato Espanhol:

- É uma liga muito complicada e, como jogador do Barça, posso dizer que termos que ter concentração.

 

Coutinho fala de Suárez, com quem já jogou na Inglaterra:

- Estou muito feliz por voltar a jogar com ele, que é um grande jogador. Ele me escrevia muito para me convencer e até viu uma casa para mim. É um amigo próximo que eu tenho.

 

Coutinho, sobre as conversas com o Liverpool e o vazamento da camisa por parte da Nike.

- Todos entenderam que era o meu desejo. Foi difícil falar com a diretoria que eu estaria de saída. Sobre o vazamento da camisa, prefiro não falar muito, mas o mais importante é que estou aqui.

 

Coutinho fala sobre parceria com brasileiros no Barça:

- Quando estive com eles, falaram sobre a cidade. O Paulinho falou como as pessoas são legais aqui. Também foi bom falar com o Neymar sobre a experiência dele aqui. Foi muito bom quando caiu a ficha de que eu realmente estava aqui. 

 

Coutinho compara as três ligas que já jogou na Europa: Italiana, Inglesa e Espanhola:

- Todos são campeonatos muito difíceis, cada país com suas características. Acho aqui mais parecido com a Inglaterra, com um futebol muito intenso onde as pessoas tentam jogar. Como disse, já joguei aqui e espero ser feliz aqui.

 

Coutinho é questionado sobre o Vasco, que levará 5% do valor da negociação:

- Estão todos felizes. Devem estar felizes por mim. Fico feliz por eles e espero que possam ser ajudados também.

 

Coutinho sobre a longa novela na transferência:

- Desde o início tinha vontade de vir para cá. Mas entenderam bem que era meu sonho. Nisso tenho que agradecê-los. Passei seis meses jogando, dando meu máximo e sendo profissional. É meu sonho estar aqui.

 

Coutinho, sobre o fato de ser o segundo mais caro da história:

- Sobre dinheiro é um tema entre os clubes. Tenho meus objetivos, que é ser feliz e ganhar títulos. Esse é meu pensamento.

 

Coutinho fala sobre o período de adaptação:

- Uma oportunidade desta é única. Tenho contrato de cinco anos e já joguei em La Liga. Espero me adaptar o mais rápido possível.

 

Coutinho é questionado se chega para substituir Neymar ao lado de Suárez e Messi:

- São dois grandes jogadores. Não preciso falar disso. Sou amigo do Neymar desde pequeno. O Messi é um grande jogador e estou contente diante da chance de jogar ao seu lado. Tenho a sorte de dividir o vestiário com eles. Sou um jogador diferente do Neymar, temos características diferentes. Vim buscar meu espaço.

 

Coutinho fala das primeiras horas como jogador do Barcelona:

- Estive com alguns jogadores, como o Rafinha no CT. Pude conversar um pouco com eles. Estou muito ansioso para que comece tudo.

 

Fala, Coutinho:

- Muito feliz e contente. Como disse, é a realização de um sonho. Agradeço a muita gente, a Deus, e a minha família, que está comigo em todos os momentos. Agradeço também pelo esforço do presidente e todos os dirigentes, que tiveram muita paciência. Agradeço ao Liverpool pelos cinco anos que passei lá e por ter entendido que essa transferência era um sonho meu. Estou muito feliz na casa nova.

 

Foto: Reprodução

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
Rádio ESPORTESNET