Participe de nossa pesquisa de opinião

De novo não: 66 anos depois o Maracanã grita que o Brasil é campeão de tudo!
20/08/2017 - 14h29 em História E.C.

"1 ano atrás": Mais de seis décadas precisaram se passar para que a seleção brasileira voltasse a reencontrar a alegria de ser campeã em um torneio de grande expressão na sua casa mais tradicional, o místico Maracanã. A primeira oportunidade de apagarmos o Maracanazo de 1950 seria em 2014, mas havia no caminho uma tragédia ainda maior a ser vivida, os traumáticos sete a um no estádio do Mineirao, com isso a seleção canarinho não chegou ao Maracanã. A adversária era a Alemanha e quis o destino que o país europeu voltasse ao nosso caminho nesta final olímpica.

O Brasil jamais havia conquistado uma medalha de ouro em Olimpíadas no futebol, e não poderia haver uma oportunidade melhor do que estar jogando em casa com o apoio de milhões de brasileiros, estes que gravarão para sempre em sua retina o jogo desta tarde. Todas as gerações que virão irão se referir a esse inesquecível momento como a partida em que o Brasil se tornou campeão de tudo, depois de mais de 120 anos de espera pelo lugar mais alto do pódio. Uma campanha que começou ainda nos reflexos da maior tristeza do futebol nacional, na semifinal do Mundial passado, mas que aos poucos foi tomando cara de Brasil e se reiventando como é tão típico do nosso povo.

Foram doze gols nas três últimas partidas antes da final contra Dinamarca, Colômbia e Honduras, mas apenas um contra a Alemanha, pois a partida final marcou um empate no tempo comum e que se seguiu pela prorrogação, mas não passou dos pênaltis, nao passou das mãos de Weverton que defendeu a última cobrança e acabou nos pés de Neymar, o mais badalado e contestado jogador de nossa seleção.

O fogo olímpico ardeu no mais popular esporte de nosso país e deu a alegria que o povo esperava há tantos tempos. É muito bom voltar a torcer, se emocionar e vibrar com a seleção brasileira, é dela que sai o nosso DNA mais profundo, o nosso sangue é verde e amarelo desde o nascimento e pulsa cada vez mais forte nas traves salvadoras do nosso solo mais sagrado. Para a geração vídeo game que cresceu com os clubes acima da canarinho, prazer, esta noite nos devolveu 66 anos depois a combinação mais perfeita que o mundo do futebol já conheceu entre seleção brasileira e o Maracanã. Sim, Barbosa, o Maraca é seu, é nosso!

 

FICHA TÉCNICA

BRASIL 1 (5) X (4) 1 ALEMANHA

 

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 20 de agosto de 2016 (Sábado)

Horário: 17h30(de Brasília)

Árbitro: Alireza Faghani (Irã)

Assistentes: Reza Sokhandan e Mohammadreza Mansouri (ambos do Irã)

Cartões amarelos: Zeca, Gabriel (Brasil); Selke, Sven Bender, Suele e Prome (Alemanha)

Gols:

BRASIL: Neymar, aos 27 minutos do primeiro tempo

ALEMANHA: Meyer, aos 14 minutos do segundo tempo

Pênaltis:

BRASIL: Renato Augusto, Marquinhos, Rafinha, Luan, Neymar

ALEMANHA: Ginter, Gnabry, Brandt, Suele

 

BRASIL: Weverton, Zeca, Marquinhos, Rodrigo Caio e Douglas Santos; Walace, Renato Augusto, Luan e Gabriel Jesus (Rafinha); Neymar e Gabriel (Felipe Anderson)

Técnico: Rogério Micale

 

ALEMANHA: Timo Horn, Lukas Klostermann, Matthias Ginter e Niklas Suele; Sven Bender, Jeremy Toljan, Maximilian Meyer, Julian Brandt, Serge Gnabry e Lars Bender (Promel); Davie Selke (Petersen)

Técnico: Horst Hrubesch

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
Rádio ESPORTESNET